Edital de Inovação para a Indústria 2018

Edital de Inovação para a Indústria 2018

Você possui um projeto inovador, um novo produto, processo ou serviço de caráter inovador, incremental ou radical e esse projeto ajudará no aumento de produtividade e competitividade industrial? Você precisa escrever seu projeto no Edital de Inovação para a Indústria 2018. Edital de Inovação para a Indústria 2018 irá financiar o desenvolvimento de soluções inovadoras para a indústria brasileira, uma das soluções pode ser a sua.

O que é o Edital de Inovação para a Indústria 2018?

O Edital de Inovação para a Indústria 2018, é uma iniciativa do SENAI, SESI e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), vai investir até R$ 55 milhões para o desenvolvimento de projetos em empresas industriais de todos os portes, incluindo startups de base tecnológica.

Os recursos do Edital de Inovação para a Indústria 2018

Vale ressaltar que empresas que desejam captar recursos para seus projetos no Edital de Inovação para a Indústria 2018 o recurso aportado é de caráter não reembolsável e destina-se à fase de desenvolvimento dos projetos, custeando prioritariamente horas técnicas, matéria prima e insumos.

Outra informação importante é que não há repasse financeiro direto para as empresas proponentes. Ou seja, a gestão dos recursos financeiros aprovados por projeto é realizada por uma Unidade Operacional (UO) do SENAI ou SESI, co-executora do projeto e vinculada ao Departamento Regional (DR) do respectivo estado.

Quem pode participar do Edital de Inovação para a Indústria 2018

Empresas industriais de qualquer porte ou startups de base tecnológica, com CNPJ ativo, são elegíveis a participar deste edital, respeitando as regras específicas de cada categoria.

  • Empresas interessadas em desenvolver projetos de inovação tecnológica, em qualquer categoria, denominadas Empresas Proponentes (EP).
  • Empresas de médio e grande porte interessadas em promover o empreendedorismo industrial e desenvolver projetos colaborativos com startups de base tecnológica, orientadas a desafios pré-definidos em uma chamada temática, denominadas Instituições Âncoras (IA).
  • Aglomeração de empresas interessadas em desenvolver projetos de maior complexidade ou escopo tecnológico mediante parceria entre dois ou mais pequenos negócios (MEI e MPEs), ou ainda mediante parcerias de duas ou mais IAs, denominada Aglomerado de Empresas (AE).

Requisitos para elegibilidade das empresas industriais:

  • Possuir CNAE primário industrial, segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de acordo com a lista de CNAEs disponibilizada no site do edital.
  • Caso o CNAE primário não seja industrial, a EP deve ser contribuinte do SENAI e/ou do SESI. Neste caso, os comprovantes de pagamento da contribuição compulsória ao SENAI e/ou ao SESI referentes aos últimos três meses anteriores ao resultado do edital, do referido ciclo, devem ser anexados ao plano de projeto.

Requisitos para elegibilidade das startups de base tecnológica:

  • Empresa nascente com faturamento anual inferior a R$ 4,8 milhões (MEI ou MPE);
  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) com até de 5 (cinco) anos de existência, anteriores à data do resultado do referido ciclo de avaliação;
  • Apresentar pelo menos um dos requisitos aderentes à definição de Empresa de Base Tecnológica (EBT) disponível no glossário da FINEP (http://www.finep.gov.br/biblioteca/glossario).

Como participar do Edital de Inovação para a Indústria 2018

A submissão de propostas é contínua, ou seja, a qualquer momento uma nova ideia pode ser cadastrada na plataforma online do edital, com exceção da categoria C. Os ciclos de avaliação e os respectivos cronogramas das demais categorias estão listados em seus cadernos específicos.

  1. Analisar a aderência do seu projeto ao público alvo e objetivo das categorias deste edital;
  2. Acessar plataforma.editaldeinovacao.com.br;
  3. Cadastrar um usuário na plataforma do edital (qualquer integrante da equipe);
  4. Cadastrar informações gerais da empresa e da ideia, conforme manual de apoio às inscrições disponibilizado no site do edital;
  5. Entrar em contato com o interlocutor do seu estado para identificar a UO executora (SENAI ou SESI) com competência tecnológica para integrar o desenvolvimento do projeto proposto;
  6. Anexar os documentos obrigatórios definidos por categoria e por fase de avaliação (vide apêndice 6);
  7. Quando aplicável, anexar documentos comprobatórios da participação da EP em programas parceiros para validar a pontuação bônus da sua ideia;
  8. Solicitar a validação dos documentos anexados ao responsável pelo projeto na Unidade SENAI/SESI designada. Apenas serão encaminhadas para avaliação as ideias validadas pelos Interlocutores de Inovação Estaduais;
  9. Acompanhar o status da sua ideia e/ou plano de projeto na plataforma;
  10. Respeitar os prazos de submissão dos documentos obrigatórios por ciclos de avaliação e categoria.

Mais informações acesse o edital aqui!

A CPZ CONSULTORIA  oferece serviços técnico-profissionais com o objetivo assessorar Empresas, na confecção e gestão de projetos. Caso seu projeto necessite de assessoria conte conosco 😉