Finep Startup investirá R$ 60 mi em empresas inovadoras

Finep Startup investirá R$ 60 mi em empresas inovadoras

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) lançou na última semana o novo edital do seu programa Finep Startup, que tem como objetivo alavancar empresas inovadoras que estejam em fase final de desenvolvimento de produto ou que precisem ganhar escala de produção. Serão destinados R$ 60 milhões para apoiar 60 startups, ampliando o valor investido no ano passado, em que foram aplicados R$ 50 milhões em 50 startups.

O programa passou por algumas outras mudanças com relação a sua primeira edição no ano passado. Desta vez, o projeto será dividido em duas partes, serão escolhidas até 30 empresas promissoras por rodada de investimento. O primeiro período para envio de propostas ficará aberto até o dia 3 de agosto e o resultado final deve sair em novembro deste ano.

Cada uma das empresas selecionadas nesta primeira fase receberá R$ 1 milhão de investimento da financiadora, e no futuro, poderão receber um novo aporte de até R$ 1 milhão de acordo com a evolução do negócio.

Outra mudança é que a partir de agora a Finep vai aportar conhecimento e recursos financeiros via participação no capital de empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. Na chamada do ano passado, o apoio se restringia a empresas com faturamento de até R$ 3,6 milhões.

Como funciona a seleção dos projetos do FINEP STARTUP?

As startups deverão ter protótipo MVP (Minimum Viable Product ou, em português, Produto Viável Mínimo), prova de conceito ou, preferencialmente, já estarem realizando as primeiras vendas. Ou seja: não se enquadram propostas em fase de ideia ou pesquisa.

Quais as áreas temáticas que a FINEP STARTUP  apoiará?

É importante que as empresas nascentes atuem nas seguintes áreas temáticas:

  • Agritech,
  • Building Information Modeling (BIM),
  • Cidades Sustentáveis,
  • Defesa,
  • Economia Criativa – Jogos Eletrônicos,
  • Educação,
  • Energia,
  • Fintech,
  • Healthtech,
  • Mineração,
  • Petróleo e Química.

Também podem concorrer empresas que desenvolvam soluções nas seguintes tecnologias habilitadoras: Biotecnologia, Blockchain, Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT), Manufatura Avançada, Microeletrônica, Nanotecnologia e Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Realidade Mista.

Como funciona a segunda rodada do Finep Startup?

Nos mesmos moldes da primeira etapa, a segunda rodada será aberta em janeiro de 2019, com expectativa que as startups aprovadas sejam conhecidas em junho do ano que vem. Em ambas as rodadas, o processo de seleção será composto por três etapas: avaliação de plano de negócios (eliminatória e classificatória); banca avaliadora presencial (eliminatória e classificatória); e visita técnica e avaliação de documentação jurídica (eliminatória).

Para ter acesso ao edital e saber mais informações clique aqui.

Dúvidas como encaminhar e ou desenvolver seu projeto, clique aqui e tire suas dúvidas.